HomeBastidores

Quanto tempo demora uma reforma completa?

Quanto tempo demora uma reforma completa?
Like Tweet Pin it Share Share Email

Algumas decorações só podem ser feitas através de uma boa reforma completa, em qualquer cômodo. Aqui não estamos falando daquele momento em que você revisita todos os móveis e os vende para comprar outros: isso também é reformar, mas queremos ir mais além. Derrubar paredes, mudar cor de tinta, gesso ou concreto? Essas coisas fazem com que a reforma seja realmente profunda, que dê outra cara (às vezes uma totalmente surpreendente) a qualquer tipo de ambiente.

Mas quanto tempo demora uma reforma completa?

Afinal, não é fácil ter que esperar séculos para ter a bendita mudança pronta. A gente cria expectativas, gasta grana e quer ver logo tudo ficar pronto. Às vezes essa ansiedade toda atrapalha: é preciso ter calma, pois qualquer coisinha que a gente tente modificar do nosso jeito pode requerer consertos (e novos prazos) absurdos.

A resposta à pergunta, no entanto, vai depender de muitos fatores…

Os fatores da reforma

Antes de começar a pensar no tempo de duração da reforma, alguns fatores devem ser levados em consideração: o espaço a ser reformado, o orçamento e a equipe responsável pela reforma.

Primeiro, o espaço. Se você vai reformar um cômodo, tudo pode ser mais simples. Mas se vai promover uma reforma completa, ou pelo menos uma reforma que envolva mais cômodos em ordem de fazer o que você quer que seja feito em apenas um, tudo pode levar meses – ou até anos – para ser concluído.

Imagine, por exemplo, a reforma de um banheiro: você pode tirar azulejos, chuveiro, pia, bidê e vaso sanitário – e isso já é 90% de um banheiro. Colocar “só” isso no lugar demora bem menos do que, de fato, construir um banheiro dentro do um quarto, para transformá-lo em suíte. Afinal, não é só a parte de fora que conta: você precisa trabalhar internamente, com as possibilidades de encanamento e tudo o mais.

Agora pense nisso para a casa toda: se você quer reformular salas, cozinhas, banheiros e quartos, tanto do lado de fora quanto de dentro, você necessariamente vai precisar de bastante tempo. Algumas reformas requerem que você derrube boa parte da casa e reinicie tudo novamente. Prepare um lanchinho e aguarde.

O segundo fator é o orçamento: quanto mais dinheiro você tem destinado à reforma, mais rápido ela tende a terminar. Isso acontece porque, muitas vezes, pedreiros são pagos por dia trabalhado. Quanto mais dias seguidos eles tiverem, menos tempo de trabalho. Matemática simples, não? Mas nem sempre é tão fácil: a diária dos profissionais da construção civil está bem cara. A dica é guardar o máximo de dinheiro possível antes de começar a reforma. Assim, com o orçamento em dia, você a vê fluindo com mais facilidade.

E o terceiro é a equipe. Aliás, ela é a principal responsável por te falar quanto tempo demora a reforma. Para confiar nos arquitetos e engenheiros – e nos prazos que eles dão – pesquise muito, e nunca vá “pelo preço mais barato” só por ser mais barato, porque todo mundo que já fez reforma sabe que é justamente esse tipo de coisa que ilustra a expressão “o barato que sai caro”…

Uma vez que a equipe, a melhor que você podia ter contratado, te dá um prazo, fique no pé quanto a esse tempo. Muita gente diz que é perfeitamente normal pensar em uma reforma para seis meses e ela acabar durando um ano. A má notícia é que, não, isso não é nem um pouco normal. O atraso de uma obra/reforma pode ser causado por vários fatores, mas você, como principal contratante, precisa estar sempre ciente de todos eles.

Afinal, como cobrar comprometimento e resultado se a equipe não conversa com você? Uma coisa é ficar no pé e querer ditar o trabalho das pessoas (o que é errado e improdutivo), enquanto outra é tentar correr atrás do direito de ter prazos cumpridos. Esse último é mais que compromisso: é obrigação do fornecedor do serviço.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Comments (0)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *