HomeEletrodomésticos

TV 3D: Vale a pena? Como funciona?

TV 3D: Vale a pena? Como funciona?
Like Tweet Pin it Share Share Email

Uma tecnologia que parece muito inovadora mas que na verdade já é um pouco mais antiga do que se imagina, a TV 3D está se tornando cada vez mais popular no país. Embora tenha um preço sensivelmente maior do que os outros modelos de tv, a tecnologia embutida nesse modelo tem uma série de adaptações que ainda se fazem necessárias.

Óculos, adaptação e sinal

O grande problema de uma TV 3D é o uso do óculos. Por ser uma tecnologia embutida de um periférico, muitas pessoas ficam com um pé atrás na hora de adquirir. E a consequência desse incômodo para o usuário é uma série de investimentos para a criação de uma TV 3D capaz de oferecer a sensação de profundidade diretamente na tela, criando um dispositivo capaz de adaptar a transmissão realizada em tempo real.

O grande problema dessa pesquisa é o custo. Esse tipo de tecnologia aumenta em 35% o valor do aparelho, deixando essa realidade ainda mais longe do Brasil. Independente do que seja, existem possibilidades de conseguir uma tv 3D de alta qualidade com um custo baixo. Para isso, basta seguir nossas dicas.

Escolhendo o modelo de TV 3D

Basicamente, existem 2 tipos de 3D: o ativo e o passivo.

O 3D ativo é a melhor tecnologia atual na transmissão de imagens em tv. Junto com a tela, o usuário recebe óculos de cristal líquido, que permite uma adaptação sincronizada à imagem transmitida. Dessa forma, em alguns momentos vemos apenas a imagem com o olho esquerdo e em outros momentos, apenas com o olho direito.

A sensação de profundidade e perspectiva ficam mais apurados com essa tecnologia, porém, o custo do periférico (óculos) acaba sendo um grande problema. Para driblá-lo, muitas empresas oferecem apenas 2 óculos por tv, o que leva o usuário a uma conta extra na hora de adquirir novos óculos.

Já o 3D passivo é aquele tradicional, que vemos no cinema. O óculos fica com a mesma perspectiva, mas a tela é que transmite sinais às vezes para o olho esquerdo, outras vezes para o direito. No final das contas, o resultado é mais simples, e algumas pessoas simplesmente não conseguem enxergar os efeitos 3D transmitidos.

Qual a melhor escolha?

Se for para falar de maneira prática, as tvs 3D com tecnologia ativa são as melhores escolhas. Porém, seu preço elevado acaba sendo um grande dificultador na hora de adquirir o produto. Já no caso do 3D passivo, apesar de não funcionar para todas as pessoas, é a tecnologia mais acessível. A grande sacada é ver os filmes 3D no cinema. Se você não tem problemas em visualizar os efeitos na telona, tampouco terá nas telinhas.

Provavelmente, teremos nos próximos anos a redução de custos da tecnologia. Na China, principal fornecedora de periféricos tecnológicos do mundo, cerca de 45% dos aparelhos de televisão vendidos já são 3D. Em breve, esperamos que aqui no Brasil consigamos ter os mesmos números, já que a maioria das grandes fabricantes também estão por aqui.

Se você tem uma TV 3D em casa, conte pra gente como é a sua experiência!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Comments (0)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *