HomeEstilos de Decoração

O que é decoração artesanal?

O que é decoração artesanal?
Like Tweet Pin it Share Share Email

Dando uma olhada rápida em volta, responda rápido: você já teve vontade de decorar um ambiente com algo feito por você mesmo? Muita gente gostaria de dar um toque mais personalizado à casa ou ao trabalho, criando os próprios objetos decorativos. Além de terapêutica, a decoração artesanal imprime uma identidade ao ambiente, tornando-o único.

Uma das características do artesanato é a ideia de simplicidade em comparação a outros produtos industrializados e com design mais refinado. Mas engana-se quem acredita que essa aparente falta de rebuscamento serve apenas aos estilos mais despojados. O Brasil, país rico em artesanato de todos os tipos, é um exemplo do uso no design de interiores com pé no luxo.

Figura internacionalmente conhecida, a arquiteta pernambucana Janete Costa foi responsável pela popularização do artesanato na decoração de alto luxo pelo país. Janete tinha como hábito conhecer a comunidade local do projeto em que estava e buscava elementos da região para compor os ambientes. Rendas, palhas, cerâmicas, tudo entrava nos projetos da arquiteta, que costumava dizer que adorava a tensão entre o ancestral e o contemporâneo. Entre os projetos que retratam essa ideia estão os hotéis Marabá, em São Paulo, construído na década de 1940 e repaginado nos anos 2000, e Pergamon, também na capital paulista.

Use e abuse da sua criatividade

Decoração arteanal - figura 3 - Pinterest

Há várias formas de você aderir ao “faça você mesmo” e repaginar sua casa pouco custo, mas criatividade de sobra. Sabe aqueles 150 potes de vidro de tomate, palmito, requeijão e tudo mais que vai parar no lixo porque não tem mais onde guardar? Revestidos com tecidos estampados podem se transformar em charmosos vasinhos de flores. O mesmo pode ser feito com garrafas dos mais variados tipos. Com tinta spray, ganham outra cara para enfeitar estantes. As rolhas podem ser puxadores de gavetas, daqueles com design antigo. Use a sobra do prego do puxador para fixar uma rolha de cortiça.

Pallets e caixotes de feira são hoje considerados curingas da decoração artesanal. A variedade de funções que cada objeto pode adquirir é imensa, de base de sofá a sustentação de jardim vertical. Os caixotes sustentados por mãos francesas viram prateleiras para qualquer ambiente. Com rodinhas ou pés comprados a vulso em lojas de decoração, você pode criar uma estante, um criado-mudo ou um buffet unindo diversas unidades. Já os pallets podem servir de base para sofá, cama, bancos e muito mais.

Outro truque vem sem sendo muito utilizado são as escadas em V. Com uma demão de tinta e algumas tábuas facilmente encontradas em lojas especializadas, é possível criar uma estante charmosa e que pode ser carregada para qualquer lugar. Se preferir, pode usar ganchos para sustentar a escada na parede e aproveitar mais o espaço do chão, dica ideal para quem tem um ambiente reduzido.

Cadeiras com encosto elaborado podem ganhar uma vida nova com fitas ou cordas coloridas envolvendo parte da estrutura. Um quadro antigo estragado pode ter sua moldura reaproveitada para um varal de fotografias. Os botões, por exemplo, acumulam-se de forma extraordinária, seja por causa dos que vêm nas roupas ou os que compramos para repor. Já pensou em fazer um quadro com os que sobraram? Formar palavras, colar sobre tecidos ou desenhos, criar enfeites de Páscoa, Natal. São muitas as maneiras de reutilizar o material e com um efeito estético muito bacana.

No fim das contas, na decoração artesanal é algo que muda não só a casa, mas quem faz. Acredite na sua criatividade e no seu gosto para transformar o que você tem em mãos. Além de personalidade, você sentirá muito orgulho em ver concretizado algo que planejado e executado por suas próprias mãos.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Comments (0)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *