Suas roupas não estão cabendo mais naquele armário que você pagou em doze prestações? Vai mudar de casa e no próximo lar não tem armário embutido? Não se preocupe com nenhuma dessas coisas, pois a resposta para o problema é mais fácil (e mais acessível) do que você imagina: guarda roupa planejado.

A primeira coisa que você precisa fazer para encomendar um guarda roupa planejado é tirar as medidas do quarto. Se for contratar um designer de interiores para desenhar o móvel, ele mesmo fará isso – mas se for pedir a encomenda em algum fornecedor direto, ter essas medidas é importante para evitar erros e produção. Assim, se a empresa não designar um profissional específico para fazer essa medição (o que é raro, mas pode acontecer), você mesmo tira as medidas e manda para a fábrica.

Em seguida, é preciso contar para quem vai planejar o guarda roupa quais são suas prioridades. Um exemplo: mulheres que têm muitos sapatos podem pedir uma coluna inteira de sapateiro, para acomodar melhor os calçados. A mesma coisa com quem precisa de um espaço grande para cabides, quando se trata da quantidade dos vestidos e das camisas sociais. Casais que vão encomendar guarda roupa planejado também precisam deixar claro ao fornecedor do móvel o espaço que precisam para cada um. Nesse caso, o armário deve ser dividido de forma democrática para que ninguém “saia perdendo”.

A melhor parte de fazer um guarda roupa planejado é, justamente, adequar o móvel às suas necessidades – e não ao contrário, como fazemos quando procuramos guarda roupas no varejo. Nessa realidade, vemos móveis já prontos e pensamos se eles vão caber no quarto, se vão dar conta do volume de roupas e sapatos e se são de um material durável.

Ao planejar o guarda roupa, tudo se inverte: fazemos a mobília de acordo com o espaço que temos, o tanto de roupas de que dispomos e do material que acharmos melhor. Claro que, principalmente para esse último, quanto maior a qualidade e durabilidade, maior o investimento. Mas faz sentido pagar mais caro por um móvel que você pode ter parecendo novo por toda a vida.

Por fim, a grande vantagem de planejar o próprio guarda roupa é fazer o pedido para que ele harmonize com os itens de decoração que você pensa para seu quarto e casa. Assim, o tipo de material usado, se vai ser laqueado ou não, se vai ter espelho ou não e demais questões entram no escopo de planejamento para que você tenha o móvel perfeito. É possível que você gaste duas ou até três vezes mais pelo móvel planejado do que um que você vai encontrar no varejo; mesmo assim, para ter todos esses benefícios, o investimento em um guarda roupa personalizado vai sempre compensar.